11 agosto, 2017

Remessa via bitcoins




Cada mercado de bitcoins tem sua cotação, não existe uma cotação global, isso é o maior empecilho para remessas.

Aqui você pode acompanhar as cotações dos mercados que negociam em reais:


Os mercados brasileiros estão no geral sempre com spread positivo em relação as cotações no exterior. Deve ter muita gente ganhando com essa arbitragem, fazendo o inverso do que proponho aqui.

Fiz funções no Google Sheets para acompanhar e comparar a cotação do bitcoin do Google Finance - é um bom indicador dos preços no exterior - com a cotação na NegocieCoins.

A NegocieCoins provê um feed JSON com as cotações em:


A função:

function NegocieCoins() {
  var feed = "https://broker.negociecoins.com.br/api/v3/btc/ticker";  
  var jsondata = UrlFetchApp.fetch(feed);  
  var object = JSON.parse(jsondata.getContentText());    
  return object.sell;
}

Comparo com googlefinance("btcbrl")

Quando o spread diminui é uma boa hora de compra. Trabalhe nas ordens de compra para baixar ainda mais o spread. 

A NegocieCoins vai cobrar 0,3% na compra, mais BTC 0,0008 fixos para a transferência de bitcoins para uma carteira externa. Você tem que levar em conta esses custos, além da arbitragem.

Como a cotação dos bitcoins tem subido sistematicamente, em alguns dias ou semanas depois da compra, no geral esses custos são absorvidos. É só ter paciência e esperar o momento certo.

Agora vem o achado. A Lykke, uma fintech na Suíça, que não cobra tarifas, nada, ZERO.

Passei um bom tempo acompanhando as presenças da Lykke no Reddit e no Slack, só observando até ganhar confiança.

Envio os bitcoins para o meu endereço de negociação da Lykke - você pode ter outras carteiras privadas na Lykke também. Lá compro euros com os bitcoins e transfiro para o N26, com uma transferência SWIFT. Tudo sem custos. A transferência SWIFT demora de 2 a 4 dias.

A jornada: Itaú iConta - TED em reais » NegocieCoins - retirada bitcoins » Lykke - SWIFT de euros » N26 - SEPPA de euros » DeGiro » ETFs 

O transferência dos bitcoins da NegocieCoins para a Lykke e a compra de euros é questão de minutos. Da Lykke para o N26 é que dura alguns dias. Do N26 para a Degiro mais 2 dias.

Com tranquilidade tenho conseguido que os recursos cheguem na Degiro sempre no positivo, graças ao bull market feroz nas cotações de bitcoins dos últimos tempos. Ou seja, não gasto nada com remessas e ainda saio com pequenos lucros. Só não pode passar do limite de R$ 35.000,00 mensais, senão você terá que pagar imposto sobre ganho de capital na venda dos bitcoins no exterior.

Update:

Um texto introdutório muito bom em inglês sobre Bitcoins escrito por Ben Yu:

https://medium.freecodecamp.org/cryptocurrency-101-7197684775fd

10 agosto, 2017

Julho 2017



Fechamento de Julho:





Nenhuma alteração na carteira. Aportes no BVMF:PIBB11 e LON:IWDA.

Fiz algumas remessas para a Degiro via bitcoins. Com custos apenas no Brasil e zero na Europa. Com a valorização incessante do bitcoin nos últimos tempos, as remessas ainda dão lucro. Explicarei em post separado amanhã.

Minha correria pessoal deu uma acalmada. Voltarei a dar a atenção devida aos posts e comentários.



17 julho, 2017

Junho 2017



Fechamentos:



2017Mês Ano
Janeiro3,39%3,39%
Fevereiro3,97%7,50%
Março-0,40%7,07%
Abril1,34%8,50%
Maio-0,27%8,21%IBOV/AnoIBXL-50/Ano
Junho2,51%10,93%4,44%4,74%


Nenhuma mudança na carteira, comprando os mesmos ETFs e FIIs, sem stock picking.




19 maio, 2017

Circuit Braker #eufui





O que eu fiz? Comprei! :D





Mais PIBB11 e mais MXRF11.

A Bovespa caiu 8,80%, minha carteira variável no Brasil caiu 6,98%, minha carteira no exterior subiu 7,66%. Resultado geral, queda de 1,52%.

Como lição ficou clara para mim a necessidade de diversificação em ativos em moedas fortes.


02 maio, 2017

Fechamento Abril 2017


Esse mês foi insano para mim. Comecei um curso de mestrado. Viajei a última semana do mês. Estou com um backlog gigante essa semana.



Para completar, meu empregador está criando caso com o mestrado, por causa dos horários. Não sei se vou conseguir levar a frente.



AtivosTipoMês
BVMF:PIBB11ETF0,70%
BVMF:MXRF11FII1,46%
BVMF:RBRD11FII4,19%
BVMF:SDIL11FII-6,51%
BVMF:FIGS11FII-4,49%
BVMF:RBGS11FII-0,57%
LON:CSX5ETF2,85%
LON:EIMIETF1,80%
LON:IWDAETF1,71%
LON:CSPXETF0,81%


Zerei a posição que tinha no IVVB11 e transferi para o exterior. O custo operacional dos ETFs no exterior são muito mais baixos. Economizarei na taxa de administração e o no imposto sobre dividendos para NRAs.

No exterior investi nos ETFs CSX5, EIMI e IWDA como já explicado no post anterior.

Também comprei cotas do FII MXRF11.

Vamos as rentabilidades mensal e no ano:


2017Mês Ano
Janeiro3,39%3,39%
Fevereiro3,97%7,50%
Março-0,40%7,07%IBOVIBXL-50
Abril1,34%8,50%8,59%8,42%

Empatado praticamente com o índice Ibovespa.

18 abril, 2017

Alocações e Mercados no Exterior



Aqui estão os tamanhos relativos dos mercados globais. Metade da bagaça vão para os Estados Unidos. O Brasil entra nos 12% dos "Emerging Markets".

Concluí a alocação no exterior em 4 ETFs: CSPX (S&P500), CSX5 (Euro Stoxx 50), EIMI (MSCI EM IMI) e IWDA (MSCI World). Todos na London Stock Exchange. Todos pela corretora DeGiro.

De agora em diante vou balancear entre eles, tentando replicar a exposição à imagem acima. Levarei em conta a sobreposição do CSPX (large-cap) e do IWDA (large/mid-cap).

Pendente para avaliação futura - desdobramentos do Brexit: CUKX (FTSE-100)



















17 abril, 2017

Leituras

 






Li estes livros nos últimos 2 ou 3 meses. Um retrato do submundo financeiro global, princialmente finanças offshore - paraísos fiscais, empresas, fundações e trusts.

Estas leituras influenciaram radicalmente minha visão de mundo. A realidade é muito mais dura do que eu poderia imaginar. 

Ouvi o depoimento completo de Marcelo Odebrecht ao juiz Sérgio Moro. Fica claro que toda a engenharia financeira da Lava a Jato é feita através dos paraísos fiscais. Vários políticos receberam os recursos em contas offshores.

Nos livros estão relatadas histórias do mundo inteiro. Como U$ 50 bilhões saem dos países Africanos por ano, com destino a paraísos fiscais.

A corrupção que sangra o nosso país passa por esse sistema. É o ferramental para corruptos e corruptores, através do segredo, da evasão de leis e de tributos, gerirem as fortunas desviadas.

Recomendo demais todos eles!